Os sistemas agroflorestais recebem destaque especial entre os agroecossistemas agroecológicos destinados às regiões de floresta tropical, visto que são os que mais se aproximam dos processos ecológicos naturais. Portanto, objetivou-se conhecer a biomassa do componente arbóreo de um sistema agroflorestal de cultivo do cupuaçu na Zona da Mata Rondoniense. Estimou-se a biomassa e a quantidade de carbono presente no componente arbóreo e de palmeiras pelo método indireto. O sistema apresentou o acumulo de 90,13 Mg C por ha. Cerca de 90% da biomassa está contida no estrato superior. Observa-se que é necessário realizar o manejo do componente arbóreo para manter as elevadas taxas de acumulo de carbono.

Para obter o trabalho, acese: http://www.aba-agroecologia.org.br/revistas/index.php/cad/article/view/20028